EX-CHEFE DA IMIGRAÇÃO QUER MAIS ESTRANGEIROS TRABALHANDO NO JAPÃO

Sakanaka


O ex-chefe do Departamento de Imigração de Tokyo, Hidenori Sakanaka, voltou a defender a flexibilização das regras para a concessão de visto aos trabalhadores estrangeiros, informou a agência de notícias Reuters. Segundo Sakanaka, o Japão precisa dos trabalhadores estrangeiros para resolver o problema da redução da população.

Idealizador da reforma da Lei de Imigração, que permitiu a concessão de vistos de trabalho para os descendentes de japoneses, o ex-chefe do Departamento de Imigração de Tokyo acredita que a entrada de novos trabalhadores estrangeiros no mercado de trabalho faria uma grande diferença para o país e para as empresas que os empregam.

No entanto, o primeiro-ministro, Shinzo Abe, prefere criar facilidades para inserir as mulheres japonesas no mercado de trabalho, a fim de resolver a falta de mão-de-obra. Ele teme vincular a política imigratória a política de crescimento econômico, informou a Reuters.

O governo mantém um programa de concessão de vistos de trabalho para estrangeiros que possuem qualificação. A ideia é atrair mão-de-obra estrangeira qualificada e, após um período de adaptação, conceder a esses trabalhadores e seus familiares, vistos permanentes. Porém, o programa não vem agradando o público alvo. Até agora, o número de estrangeiros inscritos é muito baixo.

Para alguns economistas, o Japão deve reduzir a produção e modificar seu mercado de bens e serviços, a fim de atender a população idosa. A falta de energia para manter o atual volume de produção é um impedimento concreto, que prova a necessidade do Japão levar a produção para o exterior. Seria mais sensato manter a mão-de-obra estrangeira em seu país de origem, produzindo para o consumo interno japonês, que trazê-la ao país, defende o setor mais alinhado com o governo.

Analistas financeiros concordam em parte com essa tese. Para o setor, a moeda japonesa na casa dos 100 ienes por dólar, torna o produto japonês competitivo, sem retirar dela o valor necessário para o financiamento de instalação de unidades produtivas fora do país.

コメントを残す

メールアドレスが公開されることはありません。